O uso das redes sociais tem alterado nosso comportamento e redesenhado novos padrões de relacionamento. Saiba o que foi revelado numa pesquisa sobre o desempenho dos brasileiros na internet e a ressignificação do uso das mídias digitais.

Recentemente o Instituto Qualibest realizou um estudo com 3.665 pessoas a fim de estabelecer um panorama sobre os hábitos de utilização da internet no Brasil. O público feminino é maioria nas redes sociais, representando 53%, e os homens representam 47% de todo o acesso as redes.

A pesquisa representa os hábitos de 47% da população brasileira entre 12 e 75 anos, o equivalente a 83 milhões de pessoas que acessam as redes sociais para pesquisar sobre uma pessoa, marca ou produto.

comportamentoOutro dado que o estudo constatou foi de que 78% dos brasileiros acessam a internet em versão mobile, o que não é novidade. Mas, se pensarmos que as torres de telefonia móvel têm chegado a lugares que há 2 anos não existiam, os avanços são imensos.

E para aqueles que acreditam que os brasileiros não são adeptos do uso digital, helloo!!! É melhor rever seus conceitos, a média é de 6 redes sociais de uso continuo e simultâneo.

A rede preferida é o Facebook. Que, através de ferramentas, agrega concorrentes à sua plataforma. Assim é possível fazer um único post novo que se encarrega de distribui-lo em diversas outras redes. Com isso o Facebook representa 81% da fatia de acessos as redes sociais pelos brasileiros.

Aos fãs do Snapchat, sinto informar que possuem a mesma quantidade de interações que o Twitter, e quem pensa que este canal é sensação para a maioria, reveja.

E quanto tempo passam conectados às redes sociais? Dos pesquisados, 43% passam o dia no Facebook, e por isso não sabem medir o tempo de acesso. O Instagram se divide em 27% acessando 30 minutos por dia e 26% dizem passar o dia conectados. O Youtube se destaca por ser visto em duas horas e meia por dia. Por outro lado 37% dos que acessam o LinkedIn dizem não acessar todos os dias, e da mesma forma o Pinterest.

nativos-digitaisMas, afinal, o que uma pesquisa revela sobre o comportamento humano nas redes sociais atualmente? Que não existem mais barreiras entre o virtual e o físico, ha apenas equilíbrio de experiências.

A pesquisa revelou que os avanços tecnológicos no setor da comunicação tem impactado severamente a vida das pessoas ao utilizar a internet. E o uso constante das redes sociais e canais de vídeo tem segmentado o mercado com o objetivo maior entreter e ser entretido.

feliz-com-a-vida_redes-sociais-1080x720O que antes era acessado via site, feito download ou copiado e colado; Hoje é consumido dentro das redes sociais. Seja por streaming, post ou vídeos.

Nas redes sociais demos voz as minorias, criamos câmaras de ecos de gerações nativas digitais e banalizamos o compartilhamento. Ter opinião é mais importante do que verificar a verdade dos fatos.

O reposicionamento das pessoas quanto ao uso das redes sociais trouxe excessos mas tambem trouxe conexão que se usada de forma consciente e com bom humor agrega valor e estimula condutas positivas nas pessoas, pense nisso!

Por: Maria Augusta Ribeiro. Profissional da informação, especialista em Netnografia, escreve para o Belicosa.com.br e é Coordenadora de Comunicação da BPW Brasil.