Falta de trocadores de fraldas em banheiros masculinos acende o debate sobre o direito do homem nos cuidados com os filhos.
Por: Maria Augusta Ribeiro.
O ator Ashton Kutcher recentemente fez um desabafo nas redes sociais sobre a falta de fraldários nos banheiros masculinos nos Estados Unidos. E mais, levantou a polêmica sobre a participação do homem na higiene e cuidado dos filhos.
fraldas-#belicosa55A ideia pré-estabelecida de que este trabalho fica a cargo da mulher, e por isso se encontram fraldários apenas em banheiros femininos ou familiares é habitual. Porém, o compartilhamento na troca da fralda, na educação e na alimentação dos filhos nos dias atuais vai na contramão desta informação.
Famílias modernas sao compostas por pais adotivos, casais homossexuais e ainda por guarda compartilhada. E a simples ideia de não se ter um local apropriado faz de histórias hilárias, catástrofes e do improviso a ferramenta masculina para se trocar uma fralda.
bebe-fraldas-#belicosa55Novos projetos de lei são propostos em nome do bem estar dos pequenos, mas precisamos é de bom senso. Será que restaurantes, shoppings e locais públicos não podem instalar o acessório para troca de fraldas nos WC masculino?
O debate fica mais intenso quando observamos que até um ator de Hollywood que reclama da falta do trocador num país de primeiro mundo. Então, que tal o Brasil dar o exemplo? Em vez de mais leis, todos poderiam aderir e instalar trocadores nos banheiros masculinos.
xashton-kutcher-reclama-da-falta-de-trocadores-nos-banheiros-masculinos29-thumb-570.jpg.pagespeed.ic.8X-mg4m96fAshton ainda fez um desafio: disse que o primeiro WC público que ele entrar e tiver um fraldário renderá publicação de uma foto em suas redes sociais, cujo perfil é seguido por milhares de pessoas. Que tal ser um WC em estabelecimento brasileiro? Vale o investimento, não acham?

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



telas

Será que sou dependente das telas?

Saiba porque a tecnologia esta criando gerações dependentes das telas

jogos online

Jogos online: vilão ou mocinho?

A exposição aos jogos online está oferecendo mais riscos do que benefícios?

netnografia

Netnografia: 3 Formas de analisar o comportamento do consumidor

Metodo de pesquisa digital vai ajudar o empreendedor a entender o consumidor -netnografia