Por Maria Augusta Ribeiro

O termo civismo consiste no respeito aos valores, instituições e as práticas políticas de um país diariamente. Um mau civista é um individuo que para na vaga de deficiente físico, mesmo não sendo. Já a cidadania são os direitos e deveres deste cidadão, ainda que ele não seja um bom civista e continue a parar em local proibido, assume o risco de levar uma multa e sabe disso.

E quem tem direito também tem dever, não basta saber que se pode isso ou aquilo; precisa ter consciência e educação para praticar tanto a cidadania quanto o civismo.

O cidadão que conhece suas obrigações pode e deve ser cobrado quando deixa de cumpri-las, tudo isso parece óbvio, mas o que se vê hoje em dia é uma população sem acesso a informação e que continua a ter hábitos do mau cidadão.

Civismo e cidadania são termos que se entrelaçam para designar o estágio de conhecimento do cidadão na sociedade em que está inserido, além de fazerem parte da educação que deve ser experimentada por ele em seu lar e em ambiente educacional.

Feliz é o povo que vê na educação de seus semelhantes um instrumento para a prática do civismo e da cidadania de forma consciente. Vamos fazer parte deste povo que pratica civismo e a cidadania em nossas cidades?

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



#netnografia

Pai, você presta atenção ao tempo de tela do seu filho?

Porque o pai é o responsável pela tecnologia absorvidas pelas crianças em casa

netnografia

Belicosa: A força da Netnografia no Séc. XXI

Saiba quais as vantagens dessa pesquisa que busca ouvir o consumidor online

#maturidadedigital #telanamao #criancasetelas #maturidade #belicosa

Seu filho tem maturidade para ter uma tela na mão?

Saiba porque crianças menores de 10 anos não tem maturidade necessária para administrar o