São muitos benefícios em se tornar um assinante Belicosa!

Em tempos em que se está plugado à internet 24 horas, a reclamação mais comum dos pais é que seus filhos não se interessam por nada que não seja online. Mas a realidade nos mostra cenários diferentes que podem beneficiar as relações entre pais e filhos. Saiba como cativar os nativos digitais e fortalecer relações afetivas entre pais e filhos.

A menos que seu filho more na ilha de Gilli na Indonésia, onde não há sinal de internet é melhor vocês se esforçarem e em conjunto buscar interesses comuns para interagir. Boa vontade, persistência e uma dose generosa de carinho serão essenciais no ínicio para interagir.

Pode ser para falar de política, artes ou jogar pokemon. Arrumem assuntos de gerem interesse mútuo e somente depois adicionem os dispositivos móveis à conversa.

Depois, descubram as coisas em conjunto. Pode ser um game novo no smartphone, um vídeo engraçado ou um streaming de música. O negócio é fazer tudo como um time, em que um depende do outro para vencer.

A base da interatividade online é baseada na confiança. E aplicativos para rastrear onde seu filho está, bloqueios na senha da internet ou espionar as conversas dele no whatsapp não vão ajudá-lo a descobrir interesses comuns. O máximo que vai acontecer é a falta de confiança.

Dedique tempo de verdade ao seu filho. Se combinar que tem 15 minutos por dia somente para vocês, esqueça os grupos de whatsapp, de responder os e-mails do trabalho ou de assistir Netflix.

Em outros tempos, somente os mais velhos exerciam sobre os mais novos o direito de ensinar algo. Depois da internet, e com o nascimento dos nativos digitais, isso mudou, e o aprendizado é mutuo

E pode parecer coisa de netnografista, mas as gerações mais novas somente interagem quando estabelecem relações de afinidade. Você pode ser o pai dela, mas, se não tiverem nada para conversar, ela não vai se dedicar a isso, e a internet será o caminho mais eficiente para interromper a conversa entre vocês.

Sabemos que ser pai hoje em dia requer habilidades digitais e um pouco de malabarismo para ter a atenção dos filhos. Para isso, tente fazer as coisas em conjunto. Seja para compras online, acessarem novos sites ou assistir a vídeos.

Pais digitais são aqueles que conquistam seus filhos pelo merecimento e buscam, sem vergonha, consultar o Google sempre que são surpreendidos com palavras novas que fogem ao seu entendimento.

Uma experiência digital feliz começa no smartphone e termina com beijo e um abraço. Pais conectados aos filhos sempre terão atenção, carinho e amor antes de qualquer tecnologia. Feliz Dia dos Pais!

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



netnografia

Afinal de Contas o que é Netnografia?

Saiba como entender o comportamento do consumidor em tempos digitalizados

influencia a compra dos consumidores digitais

O que influência a compra dos consumidores digitais?

Saiba porque experiencia de consumo é tudo para vender

tela

Seu bebê está pronto para usar uma tela?

Tela demais atrapalha o sono, rouba a atenção e compromete a fala do bebê

Pessoas online agora no site

21 pessoas online no site agora