Uma em cada 3 mulheres é estuprada nas Américas, saiba que o fazer se for mais uma vitima.

Por Maria Augusta Ribeiro

A pergunta incômoda, vem sempre acompanhada de uma reação, nunca de uma resposta. E se fosse estuprada? O que faria? Ninguém deseja sofrer violência sexual, mas o numero de vitimas cada vez maiores deve ser encarado de outra forma pela sociedade.

MulherdeBiquini-#belicosa555O cárcere privado, o trabalho escravo e o abuso sexual ultrapassaram os limites econômicos e sociais. Assim cada vez mais mulheres denunciam e tornam públicos os abusos físicos e psicológicos sofridos.

A delegacia da mulher, disque denuncia e inúmeros programas assistenciais amparam vitimas, mas ainda estão longe de ser ideais de justiça.

Nao andar desacompanhada, evita locais escuros e ficar atenta a comportamentos estranhos de familiares pode evitar que sofra o abuso. Mas e depois que já aconteceu o crime?

evidencia-Sacola-estupro-#belicosa555Por mais duro que seja, nao se lave, leve suas roupas em uma sacola até a delegacia mais próxima e denuncie dentro de 72 horas.

De preferencia na delegacia da mulher, que é especializada e poderá atender melhor. Nao tenha vergonha a vitima é você!

Se o agressor for colega de trabalho ou familiar saia de casa e deixe o trabalho imediatamente. Procure alguém de confiança que possa te ajudar, conte o que aconteceu.

educacao-#belicosa555Nao esconda que sofreu abuso, assim você pode contribuir para que mais mulheres sejam vitimas sexuais.

A experiência traumática nao exime a sociedade de responsabilidade, pois tirando casos de distúrbios mentais, foi você que nao soube educar seu filho para compreender que estuprar alguém nao é legal.

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



#netnografia

Pai, você presta atenção ao tempo de tela do seu filho?

Porque o pai é o responsável pela tecnologia absorvidas pelas crianças em casa

netnografia

Belicosa: A força da Netnografia no Séc. XXI

Saiba quais as vantagens dessa pesquisa que busca ouvir o consumidor online

#maturidadedigital #telanamao #criancasetelas #maturidade #belicosa

Seu filho tem maturidade para ter uma tela na mão?

Saiba porque crianças menores de 10 anos não tem maturidade necessária para administrar o