Por: Maria Augusta Ribeiro.

A tecnologia que permite que todos os objetos se comuniquem com você, entre si e funcionem em rede é a grande aposta dos inovadores para os próximos anos. Chamada de a internet das coisas, vai mudar nosso comportamento mais uma vez.

20140124143729A inovação das coisas comuns a todos se aperfeiçoa sempre e para 2016 elas serão menores, maiores e mais rápidas.

A tecnologia, aliada e utilizada no cotidiano, amplia horizontes, e faz com que o ambiente, os produtos e nós estejamos conectados e influenciando uns aos outros

Casas inteligentes, eletrodomesticos que interagem, e até a sua roupa podem estar conectados à Internet. E não se assuste se notar que a panela de ração do seu gato está online e precisa ser recarregada.

Screen-Shot-2014-04-10-at-4.02.13-PMUma pesquisa realizada pela Erickson este ano revelou que as casas inteligentes são desejo de consumo em 23 países, incluindo o Brasil. E pasmem mais de 6 bilhoes de aparelhos estarão conectados a internet em 2016.

O que antes era apenas a sua geladeira, seu tênis ou seu meio de transporte, hoje influenciam nosso comportamento, mudando a forma como consumimos, interagimos e até como dormimos.

O risco de máquinas dominarem humanos ainda é temido. Mas a perspectiva de evolução, onde teremos roupas que se adaptam ao ambiente, geladeiras que vão ao supermercado sozinhas, e carros abastecidos por download é real.

geniusGestao de armazenamento de dados, privacidade do consumidor e segurança e automação das informações disponibilizadas pelas nossas coisas online que é a grande pergunta do mercado. Sera que todas essas informações podem alterar mais uma vez o nosso comportamento?

Apesar do temor de ver seus hábitos alimentares, consumo e informações comportamentais flutuando online, a internet das coisas é uma tendência cada vez mais acessível ao bolso, refletindo conforto, praticidade e segurança.

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



#netnografia

Pai, você presta atenção ao tempo de tela do seu filho?

Porque o pai é o responsável pela tecnologia absorvidas pelas crianças em casa

netnografia

Belicosa: A força da Netnografia no Séc. XXI

Saiba quais as vantagens dessa pesquisa que busca ouvir o consumidor online

#maturidadedigital #telanamao #criancasetelas #maturidade #belicosa

Seu filho tem maturidade para ter uma tela na mão?

Saiba porque crianças menores de 10 anos não tem maturidade necessária para administrar o