Artista de rua provoca a sociedade com obras inusitadas.

Por Maria Augusta Ribeiro

A arte de Mark Jenkins surpreende às vezes pelo humor, às vezes pelo absurdo, e assim se utiliza da rua como um grande palco para expor suas intervenções urbanas e provocar o cidadão a pensar.

mark-jenkins-#belicosa555Sem formação específica, mas um grande cidadão, Jenkins foi inspirado pelos artistas de rua no Rio de janeiro, que direcionavam seu tempo e talento em meio à cidade, que muitas vezes nem as percebia.

Sustentabilidade, comportamento e acessibilidade são temas recorrentes nas obras deste artista, que esculpe utilizando materiais como plástico e madeira. De certa forma povoando o mundo com seus manequins instigantes, estimula o pensar sobre a solidão, a delicadeza e o respeito mútuo.

Atualmente caiu no gosto popular e dos críticos de arte mais influentes do mundo, e o artista cidadão agora permeia o mundo das celebridades da mesma forma que provoca quem passa pelas ruas.

Hoje as obras desse artista não são vendidas por menos de 30 mil reais, e mesmo sendo chamando de louco por muitos, e não sendo considerado seu trabalho como arte, Jenkins não se abate, e amplia os horizontes do cidadão comum a pensar diferente e no social.mark-jenkins-#Belicosa555

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



#netnografia

Pai, você presta atenção ao tempo de tela do seu filho?

Porque o pai é o responsável pela tecnologia absorvidas pelas crianças em casa

netnografia

Belicosa: A força da Netnografia no Séc. XXI

Saiba quais as vantagens dessa pesquisa que busca ouvir o consumidor online

#maturidadedigital #telanamao #criancasetelas #maturidade #belicosa

Seu filho tem maturidade para ter uma tela na mão?

Saiba porque crianças menores de 10 anos não tem maturidade necessária para administrar o