Como prevenir a violência contra a mulher e a engajar na luta pelos direitos femininos.

 Por Maria Augusta Ribeiro

Qualquer tipo de violência deve ser tratado como motivo de preocupação pela sociedade, porém, depois de realizado muitas vítimas não podem prevenir o que de fato deveria ser encarado como preliminar.

Violencia-#belicosa555

A falta de políticas sociais que assegurem às mulheres o direito de ir e vir, na prática, evitando assim que experimentem a violência pode não ser uma realidade, mas nada impede que a sociedade multiplique informação orientando com cautela quem sofre.

Independente de classe social, a agressão e ameaça de morte é temerosa, mas, se tratando da mulher, em muitos casos recebe tratamento impróprio por se tratar de inferior risco, como uma briga domestica.

Nem mesmo a lei Maria da Penha foi capaz de reduzir estupros, agressões e assassinatos contra as mulheres no país, visto o aumento de casos em locais onde delegacias são raridade, e a falta de suporte adequado para amparar as vitimas incrementa uma realidade ruim.

 Então, o que deveria ser prevenção, hoje engorda números de violência praticada contra o chamado ser frágil, e a denúncia em muitos casos faz com que o agressor se torne ainda mais violento.

violence-women-#Belicosa555Algumas orientações simples podem ajudar tais como procurar informação, ler artigos, confiar em alguém, perguntar, pedir informação sobre violência contra a mulher em posto de saúde, escolas e creches.

 Mas o ideal é a denúncia: vá à delegacia, ministério público, fórum. Se possível, saia de casa leve seus documentos pessoais e filhos com você, evite fazer isso na presença do agressor e lembre-se: prevenir e melhor que remediar.

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



#netnografia

Pai, você presta atenção ao tempo de tela do seu filho?

Porque o pai é o responsável pela tecnologia absorvidas pelas crianças em casa

netnografia

Belicosa: A força da Netnografia no Séc. XXI

Saiba quais as vantagens dessa pesquisa que busca ouvir o consumidor online

#maturidadedigital #telanamao #criancasetelas #maturidade #belicosa

Seu filho tem maturidade para ter uma tela na mão?

Saiba porque crianças menores de 10 anos não tem maturidade necessária para administrar o