Saiba porque o jovem brasileiro nao gosta de ler.

Por Maria Augusta Ribeiro

livros-#belicosa555A vida moderna substituiu os livros por tecnologia. E a leitura formadora de opinião deixou de ser um habito entre os jovens. Eles nao sao ignorantes, mas nao tem habito da leitura porque é chato.

Os livros já nao ensinam mais, apenas repetem conceitos e estimulam o jovem a reproduzi-los. Nada do que foi aprendido é usado na pratica.

Antoine de Saint Exupéry, Monteiro Lobato e até J.K Rowling deixaram de ser atuais e autores que falam muito e ensinam nada são adotados para formar cidadãos.

E comum encontrar livros que falam sobre os conceitos da  sustentabilidade, cidadania e tecnologia. Mas se quer ensinam como plantar uma arvore, respeitar a opção sexual de um colega ou mesmo resolver um problema técnico no tablet.

TABLETS E LIVROSO jovem de hoje é precoce. E precisa de respostas rápidas e praticas para enfrentar problemas, se informar e consolidar  pontos de vista.

Livros são substituídos por tecnologia, que com tantos atrativos visuais e sonoros o ato de aprender nao é assimilado.

Contrariando esta tese, nunca se vendeu tanto livro intato-juvenil no pais, que continua a ser lido, mas sem o devido aprendizado.

Livros-desenho-#belicosa555Para ensinar seu filho a gostar de ler, incentivo da família, a ajuda dos professores e o impulso dos colegas são ferramentas eficientes para estimular a leitura.

Afinal que cidadão queremos formar? Que sociedade desejamos ? Muitas perguntas podem ser respondidas com o simples incentivo a leitura e o gosto por um livro que  ensina.

Compartilhe:






Saiba mais sobre
Comportamento Digital

Conteúdo especializado produzido por
Maria Augusta Ribeiro

Leia também



netnografia

Netnografia: A pesquisa por trás das telas

Saiba quais as vantagens dessa pesquisa que busca ouvir o consumidor online

economia da atenção

A economia da atenção em 2022

Como a atenção do consumidor as telas é moeda valiosa para a economia da atenção em 2022

vicio

5 Dicas para combater o vício em smartphones nas crianças

Quais atitudes vão te ajudar a evitar o vício das telas nas crianças